Arquivos da categoria: Opiniões Fraiburguenses

A grande lua das nações

O mundo compartilha da lua, mas só la no Frai você tem a oportunide de vê-la ao lado dos pianheiros e das casas mais coloridas do Brasil. Foto tirada há alguns anos pela Iole. A fotos está estava aqui na fila de publicação reinando já heheeh. Chegou a hora de compartilhar. A captura foi feita no bairro das nações.

Agradecimentos a Iole e a todos os que seguem nosso trabalho de enriquecimento cultural da cidade de Fraiburgo, meio oeste de Santa Catarina e do Brasil até. Cada um fazendo sua parte chegaremos lá. E se perguntarem, “lá” aonde. Pode responder sem medo que chegaremos lá num lugar diferente do que seria se não fizessemos nada. Um grande abraço e saudações tchozinas!

A grande lua das naçoes

De certo que talvez eles nos escuitim tchô…

Tchozinhos e tchozinhas,

De certo que talvez, quem sabe, vocês tenham algumas ideias, talvez sejam boas talvez não, porém torço para que tenham muita determinação, criatividade, coragem para conseguir criar valor para essa sociedade na qual vivemos. Sem sonho não temos e não criamos absolutamente nada e continuaremos sempre no “Campo da dúvida”. Se for sonhar, escolha algo que está nas beiradas dessa ilustração abaixo. 

valor

Agora já estejam “PERPARADOS” para um tipo de realidade que é a de um país rico que não investe nessas pontas de valor. Abaixo, fiz uma interpretação do que vejo e sinto hoje como empreendedor. Se não conseguirmos inovar utilizando nossos próprios talentos, a vida vai se tornar cada vez mais cara…

5 comentários catarinas sobre o país da copa (Suíça) / 5 tchozinus comments about the Would Cup country (Switzerland)

Tchozinhos e tchozinhas,  / Ladies and Gentlemen

Quando tive a oportunidade de passar um tempo na Suíça, queria expor o meu córtex tchozino naquela cultura. Queria conhecer como são as coisaradinhas de lá, aquelas que vão além dos canivetes, queijos, chocolates, relógios, bancos e tudo mais que está sempre associado as coisas boas suíças. Queria “negaciá” de perto o jeitão e o modo de pensar deles, queria saber como se dá a confusão mental das “lúitas” idiomáticas, políticas e culturais entre os estados de lá (chamados de cantões), e de onde se extraí tanta riqueza num país tão pequeno que há 100 anos atrás era pobrezito a ponto de mandar emigrantes para o Brasil. Como resultado, posso dizer que o país da copa é fantástico e abaixo explico o por quê.

When I had the opportunity to invest my time in Switzerland, what I wanted from that experience was to simply expose my cortex to what goes beyond the widely known stuff like knives, cheeses, chocolates, watches and Swiss banks. I wanted very much to grasp the swiss culture in its core. I wanted to see how is the confusion and the struggles between lingual, political, and cultural ties within the country. I wanted to better understand how this country raise and maintain so its wealth in contrast to a not so distant past, which looking back just 100 years ago the poverty expelled people to Brazil for instance. As a result, I can say that this tiny little country is fantastic and below I explain why.

DSC00872

Vista de uma das trilhas nas montanhas / View from the moutains

   

01 – É um país diverso / It is a country of diversity

A Suíça é um país bem pequeno com formato de ácaro (Aquele bichinho que dizem que fica no ar condicionado mesmo!) e fica bem no centro da Europa, mais especificamente nas montanhas que separam a Europa quente (sul) da fria (norte). Ali eles integram e congregam 3 grandes universos de conhecimento, o alemão o italiano e o francês. Há pessoas que falam Romanês e quase todos falam inglês. É um país que assim como a Holanda sempre atraiu e abrigou muitos pensadores que não eram aceitos e até ameaçados em seus mundos por divergirem do pensamento comum. O país da copa, é muito bonito, lá tem montanhas, lagos, vales, florestas, campos, vacas, neve e da pra se “pinchá” em quase todos os lugares com água inclusive nos rios que ficam no meio das cidades. É uma locurage tchô! O país é diverso tanto culturalmente como  geograficamente. 

Switzerland is a tiny country that geographically looks like a mite (yes, that ones in you sofa). Its is located at the heart of Europe, dividing the warm south and the cold north. In there, they integrate and congregate (bring togheter) 3 large universes of knowledge (German, French and Italian). It is a country, in the same way as Holland, that has always attracted and sheltered many thinkers who were not accepted and even threatened in their home lands for posing serious threats to the common thought. The world cup country is beautiful with moutains, lakes, valleys, forests, green fields, cows, snow and you can jump virtually in any part where you see water, even in rivers located in the middle of the cities. From a Brazilian point of view, it is crazy.

Friburgo suíça

Friburgo em francês: Fribourg; em alemão: Freiburg- Lugar onde a língua francesa e a alemã colidem… / Fribourg the capital of the Swiss canton of Fribourg and the district of Sarine the place where the French and German languages colide…

02 – É um país chique e seguro / It is a fancy and safe country

Estava passando por um estação e havia alguns pedintes, não se se poderia chamar eles de mendigos porque se vestiam bem até e quando me pediram algo e não respondi eles trocam o idioma, porque talvez eu não fosse entender o francês ou o alemão. Pra conseguir uma vaga de mendigo ou melhor “Mindingo” tem que ter boa qualificação, se não o mercado não absorve. Além disso, uma vez pedi onde ficava tal lugar, o senhor me explicou tudo e quando pedi se o lugar era seguro ele riu e eu entendi que poderia ficar tranquilo. 

Was going through a train station and there were some beggars, no one could actually call them beggars because they dressed up well. When they asked for something and I did not answer, they promply switch the language, because maybe I would not understand French or German. To get a job as a beggar in Switzerland you have to have good qualification and language skills, if not the market will not absorb you. Moreover, once asked where was a certain place a guy responded and when I asked if the place was safe he laughed at my face and I knew I could relax it is safe.

KONICA MINOLTA DIGITAL CAMERA

Môtiers – Município do Vale da Travessa  do cantão de Neuchâtel  lugar onde trabalhamos – Região francesa. – Val-de-Travers is a municipality in the district of Val-de-Travers in the canton of Neuchâtel in Switzerland

Continue lendo

Dia da mulher, comentários de um piriguetchô!

Foi no carnaval de Desterro em 2014 que os comentários de um piriguetchô surgiram! Antes de julgar por favor não seje bardoso e leia até o fim tchô! 

2014-03-08_09-50-40

Amostra científica de indivíduos do tipo Piriguetchô no carnaval de Desterro em 2014 Descendo até o chão!

Vestidos leves dão uma boa liberdade e frescor para as pernas, porém o sutiã é uma panela de retenção de calor absurda. Se tivesse fazendo 40 graus ontem, hoje eu pareceria um palito de fósforo usado…Tchô do céu, mas comé que a muierada guentão? Percebi também que, aumentando o preenchimento dos seios armenta direta e proporcionarmente a auto estima e tamém da uma diminuida no o campo de visão. A droga do batom faz você deixá marca por tudo que mete a boca e depois tem que repor isso, é muito chato, é do djanho…Um vez que o tchô  tá aprumado e pronto para matá a pau surge a pergunta, cadele os borsos? Onde vô ponhá o celular, dinheiro, e os butiá?

Continue lendo

Introdução ao Tchocobol

Então Galeritcho,

Aproveitando que já estou com a mão na massa nesse domingo, vou escrever um pouco (finalmente) sobre uma descoberta que fiz na Suíça e que incrivelmente tem muito haver com o Frai, ná época em que estive zazando por lá não tinha nem a ideia de fazer o blog, mas de alguma forma os pontos já estavam sendo ligados inconscientemente.  Um dos focos da viagem era conhecer tanto Freiburg na Alemanha como Friburg na Suíça que são relativamente próximas uma da outra. Esse post é sobre o famoso esporte chamado “tchocobol”. Não, pere pere como assim tchô? Parece bizzarro né, mas é verdade, esse esporte de origem suíça existe e é fantástico. Seu nome original é a “Tchoukball” e seguindo a descrição da wikipedia o tchocobol é um esporte coletivo indoor sem contato físico desenvolvido na década de 70 pelo biólogo suíço Dr. Hermann Brandt, com o objetivo de ser uma ferramenta para trazer paz às equipes. Este tchô criou o esporte ao perceber que vários atletas se esgualepavam na prática de atividades físicas e então decidiu, criar um esporte que não permitisse contato físico, como forma de construir uma sociedade humana viável. Incrível né galeritchôs? Nem vou falar mais nada, vou deixar os links abaixo para vocês mesmos pesquisarem  e espero que em breve tenhamos alguns times no Frai e que ele possa ser implementado nas escolas. A ideia é muito genial para ficar no anonimato, uma sociedade humanamente viável e tudo que o Brasil precisa. Abaixo é a figura que me chamou a atenção em Fribourg a qual é tanto uma cidade como um estado (cantão) na Suiça lugar onde a língua Francesa e Alemã se misturam de maneira incrível. A propósito, a cidade esta historicamente relacionada a cidade de nova Fribourgo no Rio de Janeiro, bem aquela que confunde todo mundo quando falamos que somos de Fraiburgo.  

accueil

Propaganda do club de tchocobol escrita em alemão na cidade de Friburgo.

images (4)

Quadra de tchocobol

download

Foto real para garantir que não é uma trova.

Links

Wikipedia – http://pt.wikipedia.org/wiki/Tchoukball

Disputa real que já pra ter uma noção da dinâmica do jogo – http://www.youtube.com/watch?v=oaJ1m-75m84

Matéria em português que apresenta o tchocobol no Brasil – http://www.youtube.com/watch?v=UQhrzDMhXOo

Canção Lá no Frai por Rosa dos Ventos! Massa tchô!

Thozinhos(as) do céu…

É com emoção que compartilho com vocês essa canção inspirada no blog em homenagem à Fraiburgo. Tchô do céu! Ficou muito massa! Agradecimentos cordiais ao professor Renato Goetten e o grupo Rosa dos Ventos de Fraiburgo.  Para quem não puder ver o vídeo, aqui neste link é possível ouví-la https://soundcloud.com/rosa-dos-ventos

Dear Friends, the video below was a gift from Fraiburguese musicians that also love Fraiburgo. The lyrics go over how Fraiburgo and pictures of the city. Manu thanks to Renato Goetten and the group Rosa dos Ventos. It was a real good surprise.  

Lá no Frai o sol se põe tão lindo

e o Tchô fala que o céu está sorrindo

Lá no Frai o frio que vem do sul

Faz o nosso céu ser mais azul

 

Lá no Frai os pássaros dividem o céu com balões

Lá no Frai tem um castelo

Erguido como prova de amor

 

Lá no Frai, o vento que vai

é o mesmo que trás

a felicidade de rir sempre mais

 

Lá no Frai a neve que cai

é a mesma que traz

A simplicidade de viver em paz

 

Lá no Frai o Tchô é mais Feliz

Vem de todo canto do mundo e cria raiz

Lá no Frai a cultura alemã

Fez dessa cidade tão linda a terra da maçã

 

Lá no Frai tem chamine

onde o quero-quero pode pousar

Lá no Frai o Lago é mar

Que faz o tchozinho sonhar

 

Lá no Frai o vento que vai

é o mesmo que traz

a felicidade de rir sempre mais

 

Lá no Frai a neve que cai

é a mesma que traz

a simplicidade de viver em paz

 

Lá no Frai, o vento que vai

é o mesmo que traz

a felicidade de rir sempre mais 

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=VybgSej-xu8&feature=youtu.be]

Lá no Frai lá no mundo

Galerinhos(as),

Essa é apenas uma amostra de como é importante usar pelo menos dois idiomas no mundo moderno, sobre tudo o inglês, pelo menos no mundo online. Está e a lista de países que visitam periodicamente o blog. Tirando as coisas intraduzíveis da nossa cultura tchozina, sempre tentamos trazer o máximo de informação em inglês pra galera. Sim o Frai é um lugar muito diferente do que o mundo conhece e por isso a curiosidade se espalha. Por hora é isso tchozinhos(as) fiquem bem e boa sorte nos estudos idiomáticos e nos projetos que vocês farão para o mundo via internet.

Saudações tchozinas.

This print-screen I took to make my own people aware of the importance of the English language for international projects like Lá no Frai and those running online. Yes, English is not that strong yet in Brazil or even in Fraiburgo, but the point is that information is arriving bring alongside the awareness that the world is truly becoming flatter and flatter. Thank you all guys for visiting us, hopefully you will get to Fraiburgo for real why not? Anyways. Many greetings from the South of Brazil.

02 - Visitantes nacionalidades

Adolescência Nacional tchozinhos

Galeritchos, olhem só que documentário interessante  sobre o tratamento VIP que deram aos professores lá no Rio de Janeiro. Agora que o Brasil decidiu ser gente grande (e o Frai tá junto), ele vai ter que passar por essa adolescência cheia de “luitas”. Puberdade nacional não é fácir, mas é necessária tchô!  

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=VAoSy07-dwk]

Do Facebook para o mundo / From Facebook to the world

O Facebook é uma ferramenta está causando uma revolução  na maneira como as pessoas se informam (ou se desinformam) e interagem. No entanto, esse universo virtual é fechado e, em alguns casos, manipulado. Por esses e outros motivos as informações do Lá no Frai serão postadas em primeira mão aqui no blog e depois vão pra lá. Assim a informação e o conhecimento podem viajar livremente de acordo com os desejos dos ventos de informação. Se o Lá no Frai fosse um livro, teria custado muito mais e não teríamos chegado tão longe. Também, quando possível (no causo) faremos a baldeação de material do mundo facebook para o global que é o espaço aberto para qualquer tchô de qualquer país ficar de zóio nas coisas de Fraiburgo e região. Segundo nossas estatística de acesso podemos dizer que Fraiburgo está se tornando influente nesta parte do mundo. Continuaremos sempre apoiando as iniciativas de cultura e desenvolvimento de talentos da região.  Abaixo está o trabalho fotográfico de Fernando Varela. 

922514_4154393436774_798790093_o

Since Facebook is a closed-world-minded tool, all information about Fraiburgo will be firs-hand delivered here at www.lanofrai.com.br. Yeap, in this way, information and knowledge can flow freely as the information wind desires. Also, when possible, we will bring things from facebook to here. Below is a beautiful picture taken by Fernando Varela some time ago.

Tchô 5 anos sem TV

Tchozinhos(as) essa semana publiquei esse pequeno texto pessoal sobre a vida sem televisão misturando um pouco das experiências de vida tchozina na Inglaterra entre os anos de 2006 e 2007. E ai você pergunta, o que isso tem haver com Fraiburgo para estar aqui no blog? A resposta é simples, sem a exposição à cultura britânica e a ajuda de várias pessoas por lá, é possível que este trabalho nunca existisse, pois ele é um das formas de retribuição aos conhecimentos que me foram concedidos por eles. Até quando vai essa dívida moral eu não sei (promessas e gratidão não podem ser contabilizados), mas a vida dirá. Enquanto isso vamos tocando ficha tchô! Tem muita coisa guardada ainda pra contextualizar e compartilhar, só falta tempo mesmo.

Esta semana completo 5 anos sem TV brasileira na minha vida. O que era um desafio se tornou uma opção de vida. Nas primeiras tentativas, lembro bem que me sentia perdido e excluído por não estar por dentro das coisas, tanto que falhei nas primeiras vezes. Hoje me pergunto, o que é dentro e que é fora? Sou obrigado a saber isso antes de tudo para então saber onde estou, antes eu não tinha essa noção. Quando morava em Londres, conversei com um veterano de guerra sobre fama e ele me perguntou: Continue lendo