Verbos Fraiburguêses

Na grande maioria dos idiomas indo-europeus, que é onde se encaixa o dialeto Fraiburguês, houveram sistematizações importantes ao longo dos últimos séculos para facilitar o aprendizado, desenvolvimento e sobrevivência de cada língua. Como todos sabem, os verbos servem para indicar uma ação, estado ou fenômeno da natureza e estes como parte fundamental da língua foram simplificados e classificados. Abaixo seguem alguns exemplos de sistematizações de verbos infinitivos:

  • No português e espanhol os verbos infinitivos terminam em “AR” “ER” “IR” – Amar, falar, hablar, sorrir e etc.
  • No italiano basta adicionar um “E” depois da letra “R”. Ex. “Amar – Amare” – “Cantar – cantare “, mas atenção, muitos verbos italianos podem ter radicais diferentes do português. O foco aqui é apenas demonstrar a terminação.
  • No inglês usa-se a partícula “TO” na frente do verbo. Ex. “to go – ir”,”to speak – falar “,  “to close – fechar”.
  • Nas línguas germânicas com é o caso do alemão e holandês, os verbos infinitivos terminam em “EN”. Ex: Em Holandês “caminhar – lopen”,  “Comer – eten”, “dormir – slapen” e assim vai.

Então como seriam os verbos infinitivos no dialeto Fraiburguês?  Até o momento, tenho notado que existe uma tendência forte do cidadão Fraiburguense em sumir com a letra “R” do verbo, transformando-o em um acento na última silaba. A pronuncia é feita com a boca bem aberta e em um tom quase estralado de modo que todos entendam a ação do Fraiburguense. Ex. Eu vou caminhá – conversá – repartí – atorá no meio – corrê – fugí – me negá e assim por diante.

Se a palavra posterior ao verbo infinitivo necessitar do artigo “A”, este será sumariamente excluído bem como as letras que aparecem de varde na frase. Por exemplo, “Eu vou enxugar a louça” – no dialeto ficaria mais ou menos assim: “Eu vo enxugá loça”. Notem o sumiço da letra “U”. Além disso, em alguns casos, é também possível transformar a frase numa só palavra sem perder o sentido, acelerando a comunicação e o entendimento mútuo Fraiburguense. Ex.  “voenxugaloça”. Esta última modalidade é bastante comum porém recomenda-se utilizar apenas entre pessoas com mais de 10 anos de experiência (Não tente isso em casa).

Bueno piazada, por hoje é isso, o dicionário segue a diante. De agora em diante notem a emergência desses padrões nas suas conversas em Fraiburguês. Boa sorte! Ah! Antes que eu esqueça, tenho uma observação importante, brinquem, testem, reflitam sobre nossas expressões mas não deixem de levar a sério o Português, Inglês e Espanhol.  Estas são as primeiras pontes que conectam os Fraiburguenses ao mundo fora de Fraiburgo!

Saudações Fraiburguenses.

English bandeira300aBrazilian Portuguese Fraiburguese – Fraiburguês
I measure Eu meço Eu mido!sugerida por – Iole Dahmer(ainda estou chocado)
I go on foot Eu vou a pé! Eu vou de a pé.Ex. “Dexe que eu vo de a pé”*Já pegaram muito no meu pé por essa. Hoje isso seria pratica de bulling 🙂
Something that is bizarre Algo que é bizarro Medonho!
To lose badly or be prevailed over another to a great degree, usually ina some form of competition or verbal disagreement – Perder por umagrande diferença de modo a passarvergonha. – Levá um vareio– Tomá um vareio
To win over another to a great degree – Vencer com folga– Ganhar com folga “Matá pau!”*Literaly meansto kill with a stick, which is

more macho than killing with

a gun or a bazuca.

* Demonstração de valentia no linguajar Fraiburguense é item obrigatório, se não vai pro laço.

Lazy person Preguiçoso Canela grossa.*Pessoa do tipo tchô ou tchoaindisposta ao trabalho.Ex. Mazé um canela grossa mesmo.*Literaly means “thick calf of the leg”
Suspicious Desconfiado Resabiado
Imagine! Imagine! Mas pense!
To throw away Jogar fora Pinxá fora.(Clássica – Sugerida por Jaqueline Cunha e Naiara Longhi)*In the top ten funny expressions!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *