Cachoeira do Rio dos Patos

Curtindo os últimos dias no FRAI explorando a cachoeira do Rio dos Patos em Lebon Régis na grande Fraiburgo. Uma das mais espetaculares experiências até o momento…

Consultores do Lá no Frai aproveitando o momento depois de tanta pesquisa em mapas, internet, google earth 🙂 – By Heliandro José de Freitas

Sobre a experiência:

  • Ela é mais compartimentada das cachoeiras que já conheci, sendo possível caminhar e sentar com segurança em vários pontos. 
  • É possível escalar ela com facilidade, mas sempre tomando cuidado.
  • As pedras são ásperas, em geral, porque as plantinhas que estão grudadas nela são plantas do tipo Tchô que não se acadelam nem com o água e o frio.
  • Parece haver uma área interessante acampar na lateral encima antes de descer a trilha.
  • Do outro lado da pinguela é possível ir até outro conjunto de cachoeiras (ainda não tenho fotos).
  • Estava pensando comigo porque aquilo ainda não tinha sido vítima da busca por eletricidade, porém logo depois de caminhar por trás das árvores avistei a construção da usina com uma tubulação gigante e que inevitavelmente vai alterar seus existência para sempre. (Ver os comentários do post)
  • Este lugar deveria ser protegido e a entrada cobrada para que fosse melhor mantido e protegido. 
  • Inconcebível é palavra que melhor descreve o ato de destruir isso tudo para ter energia elétrica e depois usá-la para assistir o faustão.
  • Toda nova experiência expande o seu conhecimento sobre si, quantas coisas deu pra aprender com a cabeça nessas águas incontroláveis?
  • Isso estava aqui a tanto tempo e agora que descobrimos se vai? (Ver os comentários do post)
  • Quantos povos já passaram por aqui e a admiraram?
  • Porque só os outros países são bonitos?
  • Quando puderem visitar tires fotos e escrevam sobre suas esperiências
  • Quando cheguei em casa parecia eu que já estava limpo e o chuveiro é que iria me sujar…

Atenção

Antes de entrar na porteira, leia as considerações sobre sua visita:

– Leve uma sacola para recolher o lixo mesmo que você não tenha o jogado (recolhemos um monte de coisas nesta expedição).
– Seja cordial com os moradores da região, você está na propriedade deles. Eles também podem dar informações preciosas sobre as belezas da região e também sobre a segurança do local.
– O espirito de cachoeira não combina com bebedeira e som alto, melhor juntar amigos e fazer um pick-frai-nick onde todos compartilham os alimentos, conhecimento e o tempo.
– Seja sempre cuidadoso e responsável com água e fogo.
– Não se pinche na água sem antes chegar a profundidade e sobre tudo a existência de galhos submersos.
– Compartilhe essas informações apenas com pessoas que consigam entender o que foi escrito acima… 

Localização

Ela fica no Rio dos Patos a cerca de 6 km do trevo de Lembon Regis sentido Caçador. Para chegar lá você precisa calcular mais ou menos 4 km do trevo então haverá duas entradas de estrada de chão em cada lado da pista, entre na da esquerda. Depois são 2 km de estrada de chão até uma porteira grande de madeira. Copie e cole estas coordenadas no maps.google.com (-26.916292,-50.741367).

11 ideias sobre “Cachoeira do Rio dos Patos

  1. Edson

    Legal a iniciativa, para nossa alegria, neste local serah construida uma central geradora hidreletrica que vai garantir o volume dagua paisagistico e proprio para o banho na cachoeira. Gracas aos nossos orgaos ambientais essas condicionantes nos garantem a continuidade das belas paisagens.

    Responder
  2. Fábio Faquin

    Joni….
    Faz mais de 15 anos que conheço esta cachoeira, já fui muitas vzs tomar banho ali, nos tempos que jogávamos Handebol pela cidade de Lebon Régis.

    Agora, depois de formado, participei de trabalhos para a empresa Lidner, que irá instalar a PCH (Pequena Central Hidrelétrica) na cachoeira de Lebon Régis.
    Conheço os donos do empreendimento e os projetistas, e posso dizer que até onde eu sei, o impacto será mínimo.

    Na verdade, não estão construindo uma nova PCH lá, o que estão fazendo é apenas revitalizando uma que foi construída a muito tempo e que estava desativada.

    Os projetos de PCH, pelo porte pequeno, são sempre de mínimo impacto ambiental, pequeno reservatório, pouca área alagada, é feito apenas um desvio para captação de água, e a vazão normal do rio é pouco alterada.

    Portanto, fique tranquilo, que poderemos nos banhar nesta cachoeira, por muitos anos ainda…

    Responder
    1. joniarroba

      Fábio, muito obrigado pelo esclarecimento da questão, fiquei muito feliz que o impacto foi avaliado e ela foi preservada. Já fiz algumas alterações no texto para que o pessoal leia os comentários aqui! Um grande abraço!

      Responder
  3. Pingback: Rio dos patos | "Lá no Frai é assim" Fraiburgo, a place to be discovered!

  4. Pingback: As 3 melhores cachoeiras para banho - Lá no Frai

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *