Análise arquitetônica comparativa

Então piazada, vocês já devem conhecer ou pelo menos ter ouvido falar destes indiscutíveis símbolos nacionais abaixo porém qual deles tem a antena mais alta?

Acertou quem disse a Chaminé do Frai da espécie “chamus extintus” com suas antenas a mais de 1100 metros acima do nível do mar, um feito inédito na história mundial e um orgulho de todos os tchozinhos(as) Fraiburguenses! Sua construção, baseada em engenharia tchozina (solução de problemas reais do jeito certo só que de maneira emocionante e efetiva), foi concluída em 1939 pela empresa René Frey e Irmão e tem sua base arquitetônica enquadrada no princípios da unicidade que é uma característica importante da arquitetura Fraiburguense apresentada em os Princípios arquitetônicos do Frai . Lá o Frai é assim :). Se você está rindo a piazada entende, é porque o big ben e bem estranho mesmo :). Obs. Se estiver gostando do projeto, clique no botão “curtir”  logo aqui na direita, certo tchô?

2 ideias sobre “Análise arquitetônica comparativa

  1. Pingback: Um luz no fim da chaminé / light at the end of the chimney « "Lá no Frai é assim" Fraiburgo, a place to be discovered!

  2. Pingback: Patrimônio arquitetônico Tchozino / Tchozino’s architetonic heritage « "Lá no Frai é assim" Fraiburgo, a place to be discovered!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *