Utilização da expressão “Infelizmente”

Em Fraiburgo não se diz “Infelizmente”, se diz “Pióoor que não”. Vejamos um exemplo prático e real:

O telefone toca e alguém atende.

– Gostaria de falar com o João, ele se encontra?

Resposta Tchozina:

– Pior que não! Ele foi ali no banco ligerinho daqui já tá por aqui, quem sabe você da uma ligadinha depois?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *