Arquivos da categoria: Lago

Quanto tempo longe de Fraiburgo

Tchozinhos e Tchozinhas,

Nossa, como o tempo passa, a última postagem no blog foi lá em Dezembro. De lá pra cá o trabalho tem sido muito puxado na minha vida profissional e ficou realmente difícil tocar as coisas do Frai com a atenção necessária.

Felizmente hoje deu para dar uma pernada na cidade constatar que independente do que aconteça no país, desde sua fundação, Fraiburgo sempre cresce, como pode né tchô?

Abaixo estão algumas fotos dessa nossa terra alta, americana latina cheia de contrastes e principalmente uma terra de grandes horizontes. Na foto abaixo, temos uma a serra geral vista de Fraiburgo e lugar onde nascem os rios Uruguai, Itajaiaçu e Iguaçu.

Fraiburgo – Terra de Horizontes

Lá no Frai é assim

Nosso lago continua top!

Vai um mate da cultura indígena americana latina aí?

Erva Mate Lá no Frai!

 

Um forte abraço tchozinhos(as)! Adoro vocês muito até e Fraiburgo tamém até!

Thozinho – Joni Hoppen

Expressões linguísticas prontas para usar

Expressões linguísticas prontas para usar Lá no Frai, é só escolher a mais adequada e falar alto, todas já foram testadas em laboratório!

Sai azar, crendios, home do céu, dzulivre, vávává, só bombiando,mas que bichera, meia boca, pregá a mão no ovido, trupicá, fora da casinha, bocaberta, fuja loco, mais é um bardoso véio, já gosta de se alugá, mata a pau, se lascou, viu o seu bocó óie aqui já, pechada, animar de teta, ma daí sim né tchô, proziaa, kako véio, facero o miseráve, devereda, catrefada, só rafoage, sarna, piá, piá pançudo, reinento(a), vai pro laço, imundicia, pego bem na verada, mas carcule se não?, mas pense!, judiá, inticá, espichá as perna, debulhá, fuja loco, tava um intrevero lá, jaguaredo, decerto que sim, pior que não, tchô beiçudo, tá tchuco?, no muque, perau, diacho, guaipéca, jaguarinha, mas credo tchô, mas largue mão, mas pare home, se pinxemo, tunda de laço, mata a pau, estrupício, me furo ozóio, tabornaço na oreia.