5 comentários catarinas sobre o país da copa (Suíça) / 5 tchozinus comments about the Would Cup country (Switzerland)

Tchozinhos e tchozinhas,  / Ladies and Gentlemen

Quando tive a oportunidade de passar um tempo na Suíça, queria expor o meu córtex tchozino naquela cultura. Queria conhecer como são as coisaradinhas de lá, aquelas que vão além dos canivetes, queijos, chocolates, relógios, bancos e tudo mais que está sempre associado as coisas boas suíças. Queria “negaciá” de perto o jeitão e o modo de pensar deles, queria saber como se dá a confusão mental das “lúitas” idiomáticas, políticas e culturais entre os estados de lá (chamados de cantões), e de onde se extraí tanta riqueza num país tão pequeno que há 100 anos atrás era pobrezito a ponto de mandar emigrantes para o Brasil. Como resultado, posso dizer que o país da copa é fantástico e abaixo explico o por quê.

When I had the opportunity to invest my time in Switzerland, what I wanted from that experience was to simply expose my cortex to what goes beyond the widely known stuff like knives, cheeses, chocolates, watches and Swiss banks. I wanted very much to grasp the swiss culture in its core. I wanted to see how is the confusion and the struggles between lingual, political, and cultural ties within the country. I wanted to better understand how this country raise and maintain so its wealth in contrast to a not so distant past, which looking back just 100 years ago the poverty expelled people to Brazil for instance. As a result, I can say that this tiny little country is fantastic and below I explain why.

DSC00872

Vista de uma das trilhas nas montanhas / View from the moutains

   

01 – É um país diverso / It is a country of diversity

A Suíça é um país bem pequeno com formato de ácaro (Aquele bichinho que dizem que fica no ar condicionado mesmo!) e fica bem no centro da Europa, mais especificamente nas montanhas que separam a Europa quente (sul) da fria (norte). Ali eles integram e congregam 3 grandes universos de conhecimento, o alemão o italiano e o francês. Há pessoas que falam Romanês e quase todos falam inglês. É um país que assim como a Holanda sempre atraiu e abrigou muitos pensadores que não eram aceitos e até ameaçados em seus mundos por divergirem do pensamento comum. O país da copa, é muito bonito, lá tem montanhas, lagos, vales, florestas, campos, vacas, neve e da pra se “pinchá” em quase todos os lugares com água inclusive nos rios que ficam no meio das cidades. É uma locurage tchô! O país é diverso tanto culturalmente como  geograficamente. 

Switzerland is a tiny country that geographically looks like a mite (yes, that ones in you sofa). Its is located at the heart of Europe, dividing the warm south and the cold north. In there, they integrate and congregate (bring togheter) 3 large universes of knowledge (German, French and Italian). It is a country, in the same way as Holland, that has always attracted and sheltered many thinkers who were not accepted and even threatened in their home lands for posing serious threats to the common thought. The world cup country is beautiful with moutains, lakes, valleys, forests, green fields, cows, snow and you can jump virtually in any part where you see water, even in rivers located in the middle of the cities. From a Brazilian point of view, it is crazy.

Friburgo suíça

Friburgo em francês: Fribourg; em alemão: Freiburg- Lugar onde a língua francesa e a alemã colidem… / Fribourg the capital of the Swiss canton of Fribourg and the district of Sarine the place where the French and German languages colide…

02 – É um país chique e seguro / It is a fancy and safe country

Estava passando por um estação e havia alguns pedintes, não se se poderia chamar eles de mendigos porque se vestiam bem até e quando me pediram algo e não respondi eles trocam o idioma, porque talvez eu não fosse entender o francês ou o alemão. Pra conseguir uma vaga de mendigo ou melhor “Mindingo” tem que ter boa qualificação, se não o mercado não absorve. Além disso, uma vez pedi onde ficava tal lugar, o senhor me explicou tudo e quando pedi se o lugar era seguro ele riu e eu entendi que poderia ficar tranquilo. 

Was going through a train station and there were some beggars, no one could actually call them beggars because they dressed up well. When they asked for something and I did not answer, they promply switch the language, because maybe I would not understand French or German. To get a job as a beggar in Switzerland you have to have good qualification and language skills, if not the market will not absorb you. Moreover, once asked where was a certain place a guy responded and when I asked if the place was safe he laughed at my face and I knew I could relax it is safe.

KONICA MINOLTA DIGITAL CAMERA

Môtiers – Município do Vale da Travessa  do cantão de Neuchâtel  lugar onde trabalhamos – Região francesa. – Val-de-Travers is a municipality in the district of Val-de-Travers in the canton of Neuchâtel in Switzerland

03 – País educado,  gentil e com tradições / A polite, kind country with traditions

Quando fazíamos as trilhas nas montanhas,  todas as pessoas que por nós passavam nos saudavam com um “Grüezi” que é mais ou menos parecido com o nosso “opa, bão tchô?” Nas ruas também, o por favor, bom dia, obrigado e tudo mais era praticamente obrigatório. Na parte francesa se falava o “Salut, ça vá?” Todas as manhãs éramos acordados no dormitório com a seguinte música “NON, JE NE REGRETTE RIEN” que traduzindo significa “Não, não me  arrependo de nada” pra mim uma das músicas mais bonitas da língua francesa e também algo que me marcou muito nesse período porque cuidaram muito bem da gente. Dentre as tantas tradições que fomos convidados a conhecer lembro bem do chá quente com barras chocolate no intervalo do trabalho. 

When we went hiking in the mountains, all the people who passed by us greeted us with a traditional “Grüezi ” In the streets too, please, good morning, and thank you were frequent mandatory words. In the French speaking part was the “Salut , ça va ?” Every morning we were awake in our dormitory with the song “NON, JE NE Regrette Rien ‘ translating means” No, I do not regret anything” for me one of the most beautiful French music ever and also something that impressed me as much as they way they treated us. Among many traditions that I was introduced to. I recall of hot tea with chocolate bars in our pick-nicks.

04 – País da copa do mundo / The world cup country

Os suíços abrigam sedes das principais empresas do mundo, as quais são muito bem acolhidas e protegidas por uma legislação independente da união europeia. Os melhores profissionais do mundo são atraídos pra lá para desenvolver estratégias, cenários e planos de ação de coordenação de muitos projetos globais do qual a F-I-F-A é apenas um deles. Seria complicado fazer críticas para um sistema que funciona tão bem ou aparente bem. Pra mim lá é o país da copa por que é lá que a coisa acontece de verdade, no Brasil esse evento é apenas o lugar onde circo se instala e depois de um mês as lonas baixam e a caravana segue seu rumo.

The Swiss host offices of the main coorporations in the world, which are very welcomed and protected by an independent laws not connected to the european legislation. The best people in the world are attracted to there to develop strategies, scenarios and action plans in order to coordinate many global projects which FIFA is just one of them. It would be difficult to make myself critical for a system that works as well or at least seems to. For me, this is the real world Cup country, because it is where all the things actually happen, the Brazilian event is just the place where circus settles and after a month the pads lower and the caravan follows its course.

 

DSC00345

Um mergúio tchozino alpino, na terra do futebol!  Great swimming in the alps  of the world cup country.

  

05 – É um país justo até / It’s a country fair even

Esse é um ponto bastante debatido e polêmico, principalmente com relação as guerras mundiais. Não quero entrar nisso. O meu ponto, é que se os caras investiram muito em educação, fizeram uma grande rede de contatos, aproveitam as oportunidades e adversidades para evoluir é justo que tenham e mantenham sua riqueza. É justo que gerem riqueza por entenderem a importância das tradições, das paixões, dos símbolos e das marcas. “Carcule” se não é genial eles fazerem um esporte como o futebol criado na Inglaterra para fazer eventos globais dos quais quanto mais se discute mais a marca cresce? A culpa não é deles se nós não investimos em nossas pessoas, nas nossas marcas e nas nossas tradições. Nós não criamos valor das nossas coisas e acabamos aceitando o que eles nos oferecem. Não é culpa deles se nós não conseguimos desassociar a cor azul ao grêmio e o vermelho ao Inter, Flamengo ou o que for uma vez que isso é um fato totalmente irrelevante. Não é culpa deles ter um monte de gente querendo criar coisas no Brasil e o governo daqui manda o dinheiro pra CUBA. A gente é tão fraco de formadores de opinião no Brasil como somos de estradas, escolas e hospitais, e etc.  Até nosso vocabulário é utilizado de maneira fraca “VEJE só” isso é muito sério. Quando quero dizer:

This is a very debated and controversial issue, especially regarding the world wars. I will not get to it. My point is that if the guys have invested a lot in education, have a large network of contacts, use the opportunities and adversities to evolve, it is certainly fair to have and maintain their wealth. It is fair to generate wealth by understanding the importance of traditions, passions, symbols and brands. Look, is isn’t genius what they did? taking a Britsh sport like football and created global events in which the more it is discussed the more the brand grows? This is not their fault (Swiss fault) if we (Brazilians) do not invest in our people, our brands and in our traditions, we do not create value out of our things and just blindly accept what they offer us. It’s not their fault if we did not manage to disassociate our daily activities to completely irrelevant fact of an almost useless sport. Although there is a lot of people struggling to create things of real value in Brazil, our government sends the money to Cuba. It is our fault. We are so weak in opinion makers in Brazil as we are in infrastructure, roads, schools and hospitals, even our vocabulary is changed to express our feelings in a weak way using football expressions all the time. It is horrendous!

DSCN2592

Um riacho ao lado de onde estávamos organizando o evento na cidade de Motiêrs no vale da travessa perto de Neuchâtel, região de língua francesa. Photo of a little stream next to where we were holding the event in the city of Môtiers in the valley of the beam near Neuchâtel , to French-speaking region .

  Algo muito caro, digo em número de Itaqueirões; Algo muito grande, digo número de campos de futebol; Algo que não deu certo digo que foi “na trave” Algo bom  “show de bola”

E assim o boi vai com a corda!

Pensando bem, não seria justo que o Brasil se desenvolvesse a tal ponto se ele nunca investiu em si mesmo. Caso se desenvolvesse sem educação de base seria um milagre tal fato ocorrer. Seria injusto colher frutos que não foram plantados. Por essa e outras, o Brasil precisa estudar outras culturas, a sí próprio e investir nos Brasileiros e não cubanos pra tentar evoluir e diminuir sua dependência mental do país da copa e de vários outros. A dificuldade, é que você nunca pode tirar uma crença (esperança) de alguém ou de um povo sem colocar outra no lugar, o que você colocaria no lugar do futebol? O Brasil anda bem confuso ultimamente, mas continuará firme focado em coisas irrelevantes até que outras formas de escravidão sejam criadas. 

Saudações tchozinas! 

All in all, It would not be fair that Brazil would develop to this point if it never invested in itself. If Brazil proceed without strong and resilient basic education it would be a miracle that fact occur. For this and others, Brazil needs to study other cultures and invest in itself to try to evolve and diminish their mental dependence of the world cup country and several others. You can never take away hope from someone or a people without putting another in its place, which would you put in place of football? The Brazil is walking pretty confused those days, but it is still firmly focused on irrelevant things until other forms of slavery are created. Greetings from Brazil

   

Uma ideia sobre “5 comentários catarinas sobre o país da copa (Suíça) / 5 tchozinus comments about the Would Cup country (Switzerland)

  1. Albino

    Temos que mirar o exemplo da escandinávia para chegar onde o Brasil merece. Mas esta glória não será para a nossa geração, nem de nossos filhos, nem sequer netos. Mas temos que começar as mudanças agora.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *