Arquivo da tag: entrevista

Um pouco da Rússia Lá no Frai

Boa noite tchozinhos e tchozinhas,

Aqui segue uma singela homenagem do Lá no Frai ao senhor Valeri.

A entrevista ocorreu em 2012 em sua casa. Espero que seu trabalho, sua coragem e experiência de vida relatados no vídeo possam inspirar as novas gerações a viajarem e conhecerem outras culturas, outras línguas e a valorizar o que temos aqui.

Senhor Valeri e família, Obrigado por terem acreditado em nosso país e nossa cidade. Somos muito gratos! Profundamente gratos!

14470650_1175951109136206_2579703599437853659_n

 

 

Rádio de Fraiburgo faz entrevista exclusiva com Tchô Quenorris na ExpoFrai

– Então Tchô, o que está achando da ExpoFrai?

– Puzóie, tá do tipo! Dei uma campiada por aqui e por ali e quage que comprei um ternero pro tchozinho dar umas laçada lá em casa. Só que dai na hora do brique final vi que o miseráve do animar tava com churriu, já penso? dei uma carculejada e cheguei a conclusão desse jeito não ia da pra dexá o bicho daquele jeito drento do apartamento. Dai cancelei o brique na hora. De certo que no ano que vem a gente compra um outro só que dai bão dai!

– Ok senhor Tchô, muito obrigado pela sua participação! É uma honra jaguara poder falar com você pessoalmente e transmitir sua visão de mundo para a comunidade tão carente por informação de qualidade!

Um tchô do Frai no Itaú Cultural

Olá pessoal, galera, piazada, tchozinhos, tchozinhas e os gajos (pessoal de Portugal que está acompanhando o blog).

Hoje saiu a publicação da revista do Itaú Cultural (instituto desenvolve atividades e projetos de estímulo à criação e à reflexão nas mais variadas linguagens e expressões da diversidade brasileira), a qual dei uma entrevista contando um pouco das experiências de estudante ciclista na Holanda e também dos obstáculos da mobilidade urbana Brasileira, tema este que está publicado aqui no blog neste link (recomendado ver antes da entrevista). Nessa conversa com eles, não pude deixar de falar do nosso querida Fraiburgo que já tem até algumas ciclofaixas desenhadas em suas ruas. Para alguns isso pode até parecer algo simplório e de pouco vulto, mas com certeza já é uma evolução no pensamento e nas ações das pessoas, algo que está há pelo menos 30 anos a frente (fraiburguês – A diante) da maioria das cidades Norte e Latino Americanas. Acredito firmemente que se a piazada continuar pensando e trabalhando no desenvolvimento humano da cidade, em breve o Frai ainda vai ter ciclovias separadas das vias principais em todos os pontos da cidade e servirá de exemplo um Brasil que da certo e faz bonito porque um dia teve grandes professores…

A revista que está em formato .pdf (7Mb) podendo ser baixada aqui  –> ItauCultural – O título da matéria é  “Mais Amor e Menos Motor”. Peço desculpas de antemão pelo corinthiano na capa da revista, isto está além dos meus poderes de influência hehe aliás muitos de vocês já sabem  da minha opinião sobre futebol e o quão isso se mistura nas coisas sérias da vida…Bueno, já to meio tchuco (tonto) de cansado e amanhã tenho que pular cedo (Fraiburguês –> Cedote) . Saudações Fraiburguenses .