Arquivo da tag: arquitetura

12 obras da humanidade que você vai se impressionar, tchô!

01 – Pirâmides do Egito

Edward Ewert Raimond Spekking

02 – Caixa D’agua de Fraiburgo

DSC_0180 290669_10150348578050672_140463563_o

03 – Ruinas gregas

imgur.comimgur.com3

04 – Castelinho do Frai

castelinho-la-no-frai-vanessa339665_2419620614561_1372781209_31989718_1424851775_o

Continue lendo

Dia dos namorados e as perfeitas simetrias / Brazilian valentines day and perfect symetries

Homenagem  do Lá no Frai aos namoraNdos e aos já casados que entendem que estar junto é sustentar coisas das quais avulsamente não seriam possíveis. A eterna busca humana pela simetria acaba se refletindo na arquitetura e em todo resto do universo. Numa interpretação arquitetônica livre, Lá no Frai a torre da esquerda com a maçã representa a Tchozinha e a outra com o maior termómetro da américa latina representa o  Tchozinho – Casal bonito né? 

An architectural tribute to the couples around who understand that being together means hold things what would not be possible singularly. In Brazil valentine’s day is on the 12 of June curiously in the winter so does in the northern hemisphere what is the purpose of it?  hehehe In Fraiburgo the left tower has an red apple that might represent the woman (Tchoa) and on right the man so called “Tcho”  – nice couple 🙂

Torii Gate (Miya-Jima), Arco do Triunfo (Paris), Tower Bridge (Londres), Praça Maria Frey (Fraiburgo)

Fraiburgo sc radio fraiburgo videira prefeitura de fraiburgo tempo fraiburgo hotel fraiburgo fraiburgo santa catarina 

Análise arquitetônica comparativa – Um estudo de caso

Devido a imponência e repercussão do caso do vespeiro de Fraiburgo, a equipe de consultores do “Lá no Frai” realizou uma análise comparativa desta obra magnífica em relação as construções tradicionais feitas por vespas não fraiburguenses. O objetivo deste post é trazer os resultados de forma tabelada.

A análise constitui-se de um estudo aprofundado da organização espacial, localização, adequação volumétrica, ensejos arquitetônicos nas pespectivas social e econômica. Como subsídio, temos relatos dos moradores, registros fotográficos, croquis da planta baixa, anúncios de jornal e a reconstrução virtual 3d das obras. Abaixo os resultados da versão 1.2:

 Vespeiro

Wasp Nest

Tradicional

Lá no Frai

Estilo / Style

Comunista feudal.
Lema = “O dinheiro da origem a vida” Communist feudalist – Moto = “Money originates life”
Barroco-Fraiburgo-renacentista neo-clássico fortemente baseado no post já públicado aqui no blog em os “princípios arquitetônicos de Fraiburgo“. Caracterizado pela transição do feudalismo para o capitalismo vespônico baseado na cultura da maçã.Lema = “A vida da origem ao dinheiro” Baroque-Fraiburguese-Renascentist based on the already published post “lá no frai” architectonic principles . It is characterized by the transition of feudal communist to Fraiburguese honet capitalism based apple culture. Moto = “Life originates money”

Tamanho
Size

Pequeno / Small Graúdo / Large

Espécie dos arquitetos

Architects specimen

Vespas / Hornets
Tchô Quenorris Vespenious Vociferous des Fraiburgous operandis

Localização /

Localization

Qualquer lugar / Anywhere Fraiburgo (Área nobre do oeste do universo). De frente POMAR e com fácil acesso ao lago das araucárias. In Fraiburgo a Noble area in the west of the universe near by the “Araucárias’ Lake”.

Características

Characteristics

  • Modelo básico sem itens opcionais como espelho retrovisor direito, tapetes, extintor e motor.
  • Somente na cor cinza desbotado.
  • Internet discada depois da meia noite
  • Sem áreas de lazer
  • Sem janelas, elevadores, sacadas e outras frescuras.
  • Áreas de uso comum (todas)
  • Estacionamento rotativo descoberto.
  • Basic model without optional items like right side mirror, carpets, fire extinguisher and engine.
  • Available only in faded gray.
  • Internet dial up from after midnight to 6 A.M.
  • No recreational areas
  • No windows, balconies or other useless facilities.
  • Common areas (everything shared)
  • Parking uncovered.
  • Modelo completo + turbo, Air-bags direção hidráulica.
  • Disponível nas cores amarelo, vermelho fosforescente, rosa choque e azul calcinha sempre que for necessário se diferenciar das obras vizinhas.
  • Guarita de acesso
  • Uma quadra poliesportiva, hidromassagem (jacuzzi), sauna molhada e seca para cada apartamento.
  • Piscina aquecida coberta
  • Espaço gourmet
  • Salão multiuso
  • Brinquedoteca
  • Adega
  • Fitness
  • Sala para artes marciais e danças
  • Internet 24 fibra ótica
  • Fonte com jatos recreativos
  • Solarium
  • Segurança 24 horas
  • Sala de cinema
  • Um sacada para cada cômodo. Ex. sacada cozinha, do banheiros, da dispensa. Obs. Em Fraiburgo 99% das sacadas não são utilizadas pelo clima frio. Ainda não se sabe o que se passava na cabeça dos arquitetos.
  • Elevadores elevadores multi-dimensionais.
  • Garagem coberta individual.
  • Heliponto individual.
  • Aeroporto individual.
  • Sistema de saneamento básico completo. Ver a foto.
  • Full range + turbo, Air-bags power steering.
  • Available in yellow, fluorescent red, pink and blue panties whenever necessary to differentiate from the works nearby Fraiburguese.
  • Check points for access.
  • A sports court, whirlpool (Jacuzzi), Wet and dry sauna for each apartment.
  • Multi-dimentional elevators.
  • Indoor heated pool
  • Gourmet
  • Multipurpose hall
  • Toybrary
  • Gym
  • Room for martial arts and dance.
  • Internet 24×7 Fiber Optic Internet
  • Solarium
  • Cinema
  • A balcony for each room. Ex kitchen balcony , bathrooms balcony and so forth. Note that in Fraiburgo In 99% of the balconies are not used by cold weather. Why is that? I don’t know yet but it is a fact.
  • Individual garage
  • Helipad
  • Airport
  • Complete sanitation system. See fotos.

Seguem mais algumas fotos. Mais informações clique aqui.


Uma linda casa em tempo de natal

Fraiburgo tem muitas casas bonitas, mas uma delas se destaca pela sua simplicidade, tranquilidade, proporcionalidade, estética e vários outros adjetivos que ligam o sentimento e ser e estar em Fraiburgo. Pra mim esta talvez seja umas das melhores amostras de como são ou pelo menos eram muitas construções nesta região. Se esta casinha falasse, não tenho dúvidas que teria um sotaque Fraiburguês lindo de ouvir. Também, apesar de pequenos os detalhes de natal, eles não passaram desapercebidos. Parabéns aos donos pelo capricho e por deixar esse mundo um pouco mais bonito, simples e sem muralhas.

Clique para aumentar 

Segue os comentários de Evanderson Marques recebidas no facebook que monta mais um pouquinho da história do Frai. Obrigado pela contribuição Evanderson.

Galera, esta é a residência do Sr. Mário Antônio Marques o primeiro policial militar do Frai, na época que o Frai ainda não era Frai… O seu Mário Policia como é conhecido no Frai ainda ajudou na construção do Clube Fraiburguense, do Estádio Macieirão, da primeira casa de alvenaria do Frai e foi também o primeiro juiz de Futebol da cidade, já foi jardineiro da Prefeitura Municipal de Fraiburgo e do Hotel Renar. A pessoa responsável pela decoração é a Sra. Maria das Dores Marques. Esta é uma parte da História da Minha Família, Obrigado Vô Mário e Vó Maria por serem Tão Importantes para a Construção deste maravilhoso município.

Princípios arquitetônicos do Frai

Antes de mostrar as fotos dos prédios e falar sobre sua economia e infra-estrutura nos próximos posts é necessário entender pouco da arquitetura da cidade como um todo. Os princípios chaves que norteiam a arquitetura Fraiburguense foram extraídos com base na metodologia de engenharia reversa. Isto é, olhando para os resultados e o que existe, buscando as respostas para entender o que, como e porque as coisas são do jeito que são Lá no Frai. A conclusão deste levantamento de dados que já dura mais de 5 anos é a criação de um estilo arquitetônico novo que dá a liberdade de fazer o que se quiser onde quiser e com a preservação total da individualidade.

Abaixo está uma visão geral do conceito da arquitetura do Frai comparação com estilos já conhecidos, mostrando os elementos encontram seu lugar no espaço fraiburguense apontando para qualquer direção. Todos os elementos contidos são caracteres do teclado e não representam necessariamente o mapa da cidade ou quaisquer edifícios específicos, embora alguns possam parecer.



Como prova de conceito, a foto abaixo (tirada da frente da barraquinha da maçã) é o melhor ponto de vista da arquitetura “Lá no Frai”, nela podemos ver a emergência estilo. Olhando com cuidado, podemos também visualizar mais de 10 obras diferentes, incluindo igrejas, casas, edifícios e assim por diante. Isso retrata a diversidade de um povo não-homogêneo e um incrível senso individualizado de perfeição que une a todos.


Então, o que explica isso? Fraiburgo é uma cidade muito nova e que está alcançando seus primeiros 50 anos de emancipação em 2011. Diferentemente de uma a cidade culturalmente homogênea como “Treze Tilhas”, que fica a 60 quilômetros de distância e  predominantemente austríaca, Fraiburgo tem a cultural alemã profundamente enraizada no seu DNA e no seu próprio nome mas há uma mistura de elementos que a torna praticamente impossível definí-la como uma cidade de arquitetura alemã, embora ela seja visível nos principais pontos da cidade e em sua estrutura econômica. Fraiburgo, como o resto do país, especialmente no sul, é um caldeirão de culturas que foram transfiguradas pela língua Portuguesa da nova nação, criando assim uma nova raça, uma nova maneira de enxergar o mundo, novas expectativas de vida, novas formas de artes em um mundo novinho em folha. Em resumo, Fraiburgo é o resultado de atividades de “diversidade espontânea” algo gerador de valor humano muito raro em regiões de escravidão e monocultura. 

As principais características ou princípios da arquitectura Lá no Frai “tchozina” são os seguintes:

  •  A cidade é nova, é como uma caixa de areia onde as coisas podem ser mudadas rapidamente assim como está acontecendo recentemente.
  • A individualidade é mais importante do que a economia de escala na visão dos habitantes. Qualquer tentativa para serializar edifícios sofrerá repressão social. Casas juntas, por exemplo, são chamadas chamadas de “pombal” e o pessoal faz graça com isso. Algumas casas podem ter a mesma planta (estilo), porém elas serão colocados em diferentes regiões da cidade. Caso elas ficarem próximas, como em habitações populares, serão pintadas com cores totalmente diferentes incluindo cores exóticas. Por causa disso é muito fácil de encontrar e memorizar lugares sem GPS. Como um Fraiburguese na Holanda foi um pesadelo encontrar os lugares onde tudo é padronizado 🙂 lá no frai não é assim e nem nunca será.
  • Fins de semana são o melhor momento para os fraiburguenses visitarem a cidade para se certificarem de que ninguém mais tenha copiado o jeito da sua casa. Isso é competitividade e incentivo a criatividade.
  • Os pontos cardeias não são muito relevantes, as construções podem ser colocadas apontando para todos os sentidos sem problemas. É mais importante uma boa aparência de acordo com o pedaço de terra que você tem pois a cidade tem muitos morros. As pessoas não falam sobre os pontos cardeais, talvez por não ser uma ilha e nem grande o suficiente para tal.
  • Muito poucas construções possuem sistemas de isolamento térmico para manter o frio do lado de fora. As pessoas não sabem por que isso acontece. Eu também não entendo porque, em um lugar tão frio as novas construções ainda são feitas como casas de praia. Alguns dizem que é por causa do preço, mas no longo prazo o morador gastará muito mais com eletricidade e medicamentos quando se fica pestiado (doente). Esse é um ponto que precisa ser discutido não só em Fraiburgo, mas em toda a região subtropical do Brasil.

Bom por hora é isso, está foi apenas uma visão espacial de Fraiburgo estudada ao londo do tempo e não se considera uma teoria definitiva mas que explica até certo ponto a realidade.