Uso da palavra “suficiente”

Foi constatado que em Fraiburgo não se diz a palavra “suficiente” por exemplo: Já temos alimento suficiente. Lá no Frai se usa “que chegue”. Seguem alguns exemplos práticos: – “Não, não, já temo comidage que chegue” – “A piazada ganha brinquedo de tudo que é jeito, parece que nunca tem que chegue, é uma função que dzulivre”. – “3 garrafão de vinho já chega, né?” …. Mais exemplos? Escrevam abaixo! Um abraço tchozinhos(as)!

Uma ideia sobre “Uso da palavra “suficiente”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *