Friage em Fraiburgo

Pesquisas científicas verificaram se a pele das pessoas típicas da região tchozina (meio oeste de Santa Catarina) seria mais espessa (grossa) do que de indivíduos típicos de outras regiões do país. A especulação surge da possibilidade de haver mutações genéticas causadas pelo frio rigoroso que vive sobre essa região durante 10 meses ao ano e a capacidade da espécie de resistir às condições climáticas. Os resultados preliminares apontam apenas para diferenças no sotaque. Novas pesquisas serão elaboradas para avaliar se o sotaque influência positivamente na resistência à friage.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *