O Desacorço…

Caros leitchôres,

Como muitos de vocês já devem saber, os tchôzinhos(as) do Frai não desanimam fácil nem ficam tristes,  eles apenas entram em processo de desacorcoamento, fato este, que pode variar em gênero e grau e afeta a todos invariavelmente. Nesse sentido a artista Márcia Schuler de Videira (zona oeste da grande Fraibugo) conseguiu representar, em aquarela, o sentimento de desacorçoamento dos tchô do contestado no seu sentido mais profundo, tendo como inspiração a humilhação tchozina na guerra do contestado que resultou na mutilação do tecido social brasileiro que se formava nessa região há quase 100 anos. Foi uma gerra onde brasileiros mataram brasileiros motivados pelo pelo capital americano interessado em passar os trilhos por SC, retirar os milhões de pinheiros, e vender a terra loteada aos europeus esfomeados que aqui não paravam de chegar e hoje ajudam a formar esse caldeirão multi-étnico que é a grade Fraiburgo. Obrigado à Márcia por compartilhá-la de forma digital e por nos ajudar remontar um pouco dos cacos da nossa história…

Pés descalços, cores indefinidas, assimetrias, cabeça baixa e o chapel tchozino virado para sua direita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *