A difícil arte de promover Fraiburgo

Oi pessoal,

Esses dias estava fazendo alguns pesquisas (sempre estou pesquisando sobre o Frai nas horas vagas). Aí, comecei  a notar, a quantidade desproporcional de notícias ruins, assaltos, acidentes e outras coisas más sendo compartilhadas aos montes. Podem ver.

Infelizmente são coisas muito tristes e que não deveriam estar acontecendo no famoso Frai, uma cidade pacata do sul do Brasil. O que é brabo é que além de certas coisas estarem acontecendo, a notícia disso tende a viralizar de tal forma que as vezes até parece que existe um orgulho embutido (uma mágoa talvez) de ser notícia nacional por algo ruim, isso não está certo! Nem do ponto de vista dos fatos, nem da forma como todos lidam com a informação.

O posicionamento

  • Fraiburgo tem muita história relevante a nível nacional e até mundial para contar, mas é preciso que os tchozinhos(as) contem, anotem, registrem, ouçam, entrevistem, sejam curiosos, busquem informações e gerem artefatos de patrimônio intangível deste único espaço no mundo.
  • Temos que ser notícia pelo trabalho top que fazemos, pelo patrimônio que criamos, pelos valores que cultivamos e na pela forma que nos expressamos. Talvez vocês nem saibam, mas Fraiburgo está se destacando na área de tratamento de olhos e em outras coisas legais, pois é, isso não é compartilhado, porque seria se é muito melhor compartilhar um tiroteio, uma briga de rua, um assalto ou um acidente?

A visão de futuro e a decisão

O que plantamos hoje é o que vamos colher amanhã! Não estou falando de maçãs, estou falando do que expressamos e das informações que serão disseminadas.

Fica a reflexão de decidir entre compartilhar notícias ruins ou criar conteúdo de valor sobre a cidade e a cultura da região, sobre seu próprio negócio que gera emprego e renda e etc. Pensar duas vezes ou até umas 10 vez sobre o que ganhamos denegrindo aos 4 ventos as coisas que devemos cobrar dos nossos gestores e até da irresponsabilidade dos motoristas é uma decisão inteiramente pessoal e existem várias formas de resolver o problema antes de sair clicando.

Posicionamento pessoal

Aproveitando as palavras ditas, reparem que as pessoas de sucesso e que geralmente são lembradas, também estão sempre se relacionando com temas positivos, coisas novas, agradáveis e de valor (baita coincidência neh). Pessoas problemáticas tendem estatisticamente a agirem repetidamente e de forma negativa. Quando dizem que nada é por a caso, podem ter certeza que não é mesmo e nem deveria ser.

Buscar pontos positivos e tentar ajudar gasta muito mais energia, dá muito mais trabalho e etc,  por isso é uma arte….

Então é isso! Saudações Tchozinas!

Abaixo uma foto do Fernando Varella do nosso lago da Araucárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *